sábado, 21 de abril de 2012

TEIA

Foto: Celina Alcantara Brod

Gotas presas no instante.
Um segundo mais 
é passado.
Vale o olhar
mergulhador
cravado.
Equilibrado na teia
sustenta
a impermanência do orvalho.

Um comentário:

Anne disse...

Gracinha

Que coisa bem linnnnnnnnnnnnnda!

De segundo em segundo vamos caminhando juntas.

beijão
Anne